Home / Notícias
Abbott investe em Centro de Desenvolvimento para melhorar o acesso a importantes medicamentos no Brasil

 A Abbott, empresa global de cuidados para a saúde, investirá R$ 20 milhões para a construção de um Centro de Desenvolvimento Farmacêutico no Brasil. O objetivo do novo Centro é desenvolver produtos farmacêuticos adaptados às necessidades crescentes da população brasileira.

A nova instalação, que consistirá em um laboratório de desenvolvimento e uma planta-piloto, surge no momento em que o acesso a medicamentos tem sido cada vez mais importante para o Brasil, visto que a população está envelhecendo, e há uma maior incidência no diagnóstico de doenças crônicas (as estimativas de crescimento giram em torno de 7,8% em 2015, e apresentam uma projeção de mercado para atingir os R$ 90 bilhões nos próximos cinco anos1).

“A construção do Centro de Desenvolvimento facilitará o acesso da população a importantes medicamentos e reforça nosso compromisso com o país”, afirma Juan Carlos Gaona, Gerente Geral da companhia no Brasil. “Estamos há 78 anos no Brasil. Somos uma das primeiras multinacionais do setor de saúde a ter instalações aqui, e acreditamos que temos profundo conhecimento das necessidades de saúde da população. Com o novo Centro de Desenvolvimento, estaremos aptos a responder mais rapidamente às necessidades dos consumidores, que hoje representam mais de 50% do público final de nossas vendas no Brasil. Nosso objetivo é ampliar o fornecimento de produtos farmacêuticos de alta qualidade para que a população brasileira possa viver cada vez mais e melhor”, destaca o executivo.

De acordo com dados do IMS², o Brasil ocupou a sexta posição no ranking farmacêutico mundial em 2014, e a previsão é que ganhe uma posição até 20192, o que faz dele o motor de crescimento entre os países da América Latina1.

O novo Centro terá foco em fórmulas sólidas (comprimidos e cápsulas) e será construído com todos os processos e tecnologias necessárias ao desenvolvimento de produtos farmacêuticos. A nova instalação será construída junto à fábrica da Abbott em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, com início previsto para o mês de agosto deste ano. Os produtos desenvolvidos na planta-piloto poderaõ ser transferidos para uma produção em larga escala na atual fábrica da Abbott, dependendo da demanda local.

“É bastante positivo o fato de termos área útil, infraestrutura e recursos humanos disponíveis para a construção do novo empreendimento”, afirma Ana Paula Antunes, Diretora de Operações da unidade fabril da empresa no Brasil. “Também estamos comprometidos em contribuir com a formação de profissionais altamente especializados, como por exemplo, pesquisadores-talento para trabalhar no desenvolvimento desses produtos”, conclui Antunes.

A expectativa é que a primeira molécula seja desenvolvida nesta instalação em 2016 para ser submetida à aprovação de seu registro pelo órgão regulador. 

 

 

Referências Bibliográficas
1.
IMS World Review 2015_Latam e Brasil_Sydney Clark. May, 2015.
2. IMS World Review 2015. Global Pharmaceutical Market Dynamics and Perspectives. Murray Aitken. May, 2015.

 

Fonte: Textual Comunicação














Contract Pharma Brasil.