Home / Notícias
Farmacêutica Blau faz pedido de registro de IPO

A Blau Farmacêutica fez na última semana pedido para registro de oferta pública para venda de novas ações e papéis detidos por seus controladores, em plano para expandir operações no Brasil e no exterior, incluindo aquisições.

A operação é coordenada por Itaú BBA, J. Safra, JPMorgan e Morgan Stanley, segundo prospecto preliminar encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em 19 de setembro, a Reuters publicou citando fontes que a Blau, fundada há três décadas e com sede em Cotia (SP), estava trabalhando com bancos com vistas a um IPO para acelerar crescimento na América Latina.

O pedido de IPO vem depois que em julho o Grupo Biotoscana, sediado na Colômbia, e acionistas, arrecadou 1,34 bilhão de reais (427 milhões de dólares) em um IPO de São Paulo. Em março, a Biomm levantou cerca de 30 milhões de reais em uma oferta subsequente.

A quantidade de ações e faixa indicativa de preços dos papéis da Blau ainda não foram definidas. O acionista vendedor na oferta secundária é o empresário Marcelo Rodolfo Hahn, fundador e presidente da companhia.

Segundo o prospecto preliminar, a Blau teve lucro líquido de janeiro a setembro de 93 milhões de reais, bem acima dos 32 milhões de reais registrados em todo o ano de 2016. A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) nos noves meses foi de 151,6 milhões de reais, ante 76,7 milhões de reais em todo 2016. A margem avançou de 17,8 por cento no final do ano passado para 30,8 por cento no fim de setembro.

A Blau atua em quatro linhas de medicamentos: de síntese biológica, que incluem vacinas e anticorpos; oncológicos; especializados, englobando antibióticos, anestésico, dentre outros, com foco no mercado hospitalar; e outros produtos, que incluem dermocosméticos, ramo que está sendo desenvolvido pela rival maior Hypermarcas.

A companhia tem uma equipe comercial formada por 117 profissionais em seis gerências regionais, segundo o prospecto. A empresa tem portfólio ativo de 81 produtos e 72 moléculas diferentes. Além disso, tem ainda 297 produtos desenvolvidos já registrados (100 no Brasil e 197 no exterior), 45 aguardando análise de autoridades sanitárias (11 no Brasil, 22 no Uruguai e 12 na Colômbia), e 25 em desenvolvimento.

Para mais informações sobre o prospecto, consulte:

http://sistemas.cvm.gov.br/dados/ofeanal/RJ-2017-05208/20171117_Min...

 

Fonte: Reuters












Contract Pharma Brasil.