Home / Notícias
Anvisa divulga balanço do ano de 2017

Já está disponível no Portal da Anvisa o folder com uma síntese das principais metas atingidas no ano de 2017 pela Agência. Os desafios que ainda devem ser enfrentados nos próximos anos, de acordo com o ciclo de planejamento estratégico de 2016 a 2019 também fazem parte do documento.

De acordo com o folder, em 2017, a Anvisa alcançou avanços importantes, com destaque para a simplificação de processos de trabalho críticos e redução do tempo de espera para o registro de produtos e tecnologias essenciais a` saúde da população.

Um exemplo disso é que, somente no ano passado, a Anvisa reduziu as filas de análise de medicamentos. O tempo médio de espera para a publicação de um registro teve queda de 36%, passando de 400 dias em 2016 para 255 dias em 2017. Durante o mesmo período, a Agência registrou mais de 1.063 produtos para a saúde, 784 medicamentos, produtos biológicos e insumos farmacêuticos ativos.

Outro importante resultado alcançado foi a atualização do marco regulatório, onde 56 novas RDCs e 132 consultas públicas sobre temas regulatórios foram publicadas.

Entretanto ainda permanecem como desafios para os próximos anos:

  • avançar no processo de convergência regulatória internacional, alinhando-se às melhores práticas e ampliando a adesão aos fóruns de harmonização;
  • fortalecer o modelo de vigilância pós-mercado e pós-uso;
  • reduzir o tempo de espera para registro, inspeção e licença de importação;
  • alcançar força de trabalho compatível com a abrangência da atuação da Anvisa;
  • melhorar e modernizar os processos de trabalho críticos visando obter maior agilidade nas entregas, sem perda de qualidade, segurança e eficácia dos produtos;
  • estabelecer, de forma compartilhada com estados e municípios, as responsabilidades de cada esfera gestora nas ações de vigilância sanitária;
  • consolidar uma política de atendimento coerente com a boa governança, ampliando o acesso a` informação, transparência e comunicação.

Acesse, na íntegra, o balanço divulgado com os resultados de 2017, clicando aqui.

 

Fonte: Anvisa












Contract Pharma Brasil.