Home / Notícias
Farmacêutica gaúcha Ifal investe R$ 9 milhões em estrutura de logística e produção

A indústria farmacêutica Ifal vai investir até R$ 9 milhões para ampliar a área de logística e também de produção em Camaquã, sede da indústria no Rio Grande do Sul. O primeiro aporte já está em andamento na construção de um centro de distribuição, no valor de R$ 7 milhões, que está sendo erguido em uma área de 30 mil metros quadrados. A previsão, segundo a empresa, é de conclusão em março de 2021.

O CD terá 2,5 mil metros quadrados. A Ifal informou que a instalação para as mercadorias e envio aos mercados vai liberar espaço na fábrica, que terá ampliação da capacidade de industrialização. Esta expansão que ocorrerá nos próximos dois anos envolverá injeção de R$ 2 milhões. O investimento é bancado com 80% de recursos próprios e 20% de financiamento.

A nova área de logística vai gerar 40 empregos, com contratação que começa em janeiro, segundo a Ifal. Hoje a empresa tem 65 empregados. No ano passado, a indústria gaúcha dobrou a capacidade na área produtiva. Este ano a projeção é de crescimento de 25% na receita bruta frente a 2019.  

Sobre a instalação, a indústria explica que materiais térmicos usados vão possibilitar uma redução no consumo de ar condicionado. "Isso fará com com que a estrutura seja ecologicamente sustentável desde seu princípio", valorizou a direção, por nota em que detalhou as novas investidas.

A migração da área de armazenagem e expedição para o novo terreno vai liberar área de 1,2 mil metros quadrados a serem ocupados por uma nova linha de produção de cremes e pomadas. A expansão na área de fabricação vai ocorrer após "a transferência do estoque e aprovação do segundo projeto pelas autoridades competentes", esclareceu a empresa, que atua com medicamentos, cosméticos e suplementos alimentares.

A Ifal é uma indústria familiar, com 30 anos de atuação no mercado, com fornecimento hoje de itens desde linhas hospitalares e para farmácias e outros varejos para 21 estados e Distrito Federal. Mais recentemente, a marca passou a produzir as linhas de seu portfólio para grandes redes, informou a empresa.

O aporte já estava planejado. Nosso portfólio não conta com produtos que dispararam as vendas devido a pandemia porém nossas vendas cresceram devido a dedicação da empresa na entrega com qualidade e rapidez ao mercado.

 

Fonte: Jornal do Comércio














Contract Pharma Brasil.