Home / Notícias
Índia continuará exportando medicamentos e vacinas, diz primeiro-ministro

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, disse que o país continuará exportando medicamentos, incluindo vacinas, num momento em que as empresas estão aumentando a produção. 

A Índia, com o maior número de infecções no mundo depois dos Estados Unidos, está desenvolvendo duas vacinas contra Covid-19.

A Índia é a maior fabricante mundial de vacinas. Sua indústria farmacêutica vem liberando capacidade e avançando com investimentos para ajudar a apoiar uma campanha global de vacinação. 

O presidente Jair Bolsonaro enviou carta ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, pedindo a antecipação ¨com a possível urgência¨ do envio para o Brasil de 2 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 da empresa AstraZeneca e da Universidade de Oxford produzidas pelo laboratório indiano Serum.

O secretário de Saúde, Rajesh Bhushan, disse no início deste mês que não há proibição de exportação de vacinas, após relatos da mídia de que o governo tinha imposto restrições para garantir que as demandas de vacinas domésticas fossem atendidas primeiro.

Fonte: G1














Contract Pharma Brasil.